domingo, 8 de junho de 2008

Da Essência do Amor/Do Momento da Entrega

Da Essência do Amor

Relevar os supostos defeitos, não se sentir mal com aquele péssimo gosto. Esquivar-se das manias cotidianas; abraçá-las e reverter para a gracinha do ser. Falta de bom senso. Ninguém entende o senso do gosto. Ninguém sente como é gostoso enlaçarem-se as almas, esquecer-se dos traumas e morrer de amor.

Do Momento da Entrega

Paira no ar o senso de humor da tirada jocosa. Mas não só isso, a vítima estremece de vergonha e sob os negros longos fios esconde o rubor que toma sua face delicada. Do outro lado, ele sente: o que era piada, desemboca em um cenário fulgente. Assim, o sorriso do garoto é acompanhado de um olhar charmoso mais o balanço da cabeça que, negando, quer dizer, em realidade, que sim: - essa é minha.



Vitrola: Mania de Você

(dedicado a todos, que amam).

2 comentários:

cláu disse...

:)

keepanopenmind* disse...

Algo sempre me inspira depois que dou um pulo aqui.
AMO.
Continua sensível e inteligente.
LINDA!
Parabéns pelo blog.
Beca